Zeca Camargo é condenado a pagar R$ 60 mil por danos morais ao pai e à empresa de Cristiano Araújo

O apresentador Zeca Camargo, de 54 anos, foi condenado pela Justiça a pagar R$ 60 mil ao pai e a empresa que cuidava da carreira do cantor Cristiano Araújo.

De acordo com a sentença, metade do valor deverá ser pago a João Reis, pai do sertanejo e a outra metade a empresa C.A Produções Artísticas. A decisão foi tomada pela juíza Rosana Fernandes Camapum, do 17° Vara Cívil de Goiânia. A sentença foi publicada nesta terça-feira.

Zeca disse que ficou sabendo do teor da sentença somente nesta terça-feira. Ele tem até 15 dias para recorrer da decisão, e segundo o portal Uol, ele fará isso.

Ele afirmou que sua crônica foi mal interpretada e que nunca teve a intenção de ofender a família nem o próprio cantor, mas a repercussão do caso na mídia. Zeca ainda relembrou que, na época, pediu desculpas publicamente à família do sertanejo.

No processo a família alegou que Zeca debochou da situação e afirmou que a crônica foi cruel, infundada, insensível e preconceituosa.

 

Comente